Uma Viagem ao País da Diversidade Musical: Da Bossa Nova ao Samba

Autor:
Cristina Canato

Uma Viagem  ao  País da Diversidade Musical da Bossa Nova ao Samba

A Música Popular Brasileira começa a sobressair-se no século XVII, com o ritmo conhecido como lundu, que é uma fusão da modinha portuguesa com as raízes africana. Além desses ritmos a valsa, polca e tango são trazidos de diversas origens estrangeiras, que aqui encontram uma nova expressão.

Samba, Samba Enredo, Samba CançãoO Rio de Janeiro passa a ter um lugar de destaque no século XX como o espaço cultural da música popular brasileira. O surgimento do samba na cidade torna-a um espaço urbano com uma imensa diversidade cultural. O samba que deriva de diversos ritmos africanos e cujo nome vem da palavra "semba", que quer dizer "umbigada", ou dança de roda onde os se tocam pela barriga. Ao longo do século 20, o samba evoluiu e ganhou várias formas participantes, como o samba-canção, o samba de breque, o samba enredo e, mais recentemente, o pagode. O samba tornou-se um símbolo do Brasil e sua maior expressão se dá no carnaval, em especial do Rio de Janeiro e, mais recentemente, também em São Paulo.
Uma Viagem  ao  País da Diversidade Musical

Nos dias de hoje o samba predomina no Rio de Janeiro junto com o funk carioca que é um tipo de música eletrônica originado nas favelas, derivado do Miami Bass - batida rápida e aos vocais graves. No Rio, o funk carioca é chamado simplesmente de funk, apesar de ser um gênero diferente do funk legitimBossa Nova - Tom Jobim Vinicius de Moraeso: o americano.


No fim dos anos 50 surge a Bossa Nova que não pode deixar de ser mencionada entre os ritmos brasileiros, inclusive por seu prestígio internacional. Bossa Nova foi o nome dado a um movimento musical lançado no Rio de Janeiro, por cantores e compositores de classe média. Suas características mais marcantes foram dadas por João Gilberto que integrava melodia, harmonia, ritmo e uma maneira mais intimista de cantar. As letras extraíam seu lirismo do cotidiano. Além do já citado João Gilberto, seus maiores expoentes são Tom Jobim e Vinícius de Moraes.

Bossa Nova, João Gilberto Hoje, meio-século depois do grande começo, a Bossa Nova continua nova e é permanentemente renovada. Em todos os quadrantes do mundo ela é ouvida, consumida, apreciada e difundida. Incrivelmente fresca e cristalina, a Bossa Nova continua o seu rejuvenescido percurso na cultura brasileira e mundial através de nomes como Bebel Gilberto, Paula Morelenbaum, Bossa Cuca Nova, Suba, Cazuza, Trio Jobim, Vinicius Cantuária, Arto Lindsay, Kátia B, Cibelle, Celso Fonseca, Erlon Chaves, Isabelle Antena e muitos outros.

Roda de samba, Rio Scenarium
A revista Veja Rio faz, todo ano, a eleição que escolhe quais as melhores casas e restaurantes do Rio de Janeiro. Entre as mais diversas categorias, Rio Scenarium foi indicada para duas delas e foi vitoriosa, em 2006, na de melhor casa com música ao vivo. Porém se quiser curtir uma verdadeira roda de samba, vá até a Pedra do Sal, com certeza a melhor da cidade.

 

Frevo, Maracatu, PernambucoNo Nordeste de hoje fazem sucesso o forró e o axé. O axé surgiu nos carnavais populares de Salvador da Bahia nos anos de 1980, é uma mescla do frevo pernambucano com o forró, o maracatu, reggae e calipso. O frevo, outro ritmo canavaleso é famoso até hoje, teve seu início nos anos de 1910. A dança é muito animada e dá a impressão que as pessoas estão com seus pés sobre uma superfície de água quente, daí a origem do nome frevo, que vem de ferver.

Forró, Forró UniversitárioQuanto ao forró, há muita controvérsia quanto à origem de seu nome. Enquanto o folclorista Câmara Cascudo afirma que deriva de forrobodó, "baile popular ou arrasta-pé", há quem diga que vem da expressão “for all”, que significa “para todos” em inglês e que indicava o livre acesso aos bailes promovidos pelos ingleses que construíam ferrovias em Pernambuco no princípio do século. Os ritmos que compõem o forró são: o xote, o baião, o xaxado, a marcha e o coco.

O Forró universitário é um gênero musical que surgiu nos estados brasileiros de São Paulo e Rio de Janeiro. É uma herança trazida do Nordeste, principalmente do Ceará e da cidade de Itaúnas no Espírito Santo. Foi inventada e difundida em São Paulo e possui três passos básicos, um deles o "dois para lá dois para cá" originário da polca.
Diversidade Musical, Ritmos Brasileiros
O sucesso deste estilo musical deve-se principalmente à força da dança que impulsiona as vendas de discos, a promoção de shows e a realização de grandes festivais. Outro fator importante é que com a boa qualidade das letras e músicas, atraiu também a classe média e alta. Atualmente o ritmo está largamente difundido por todo o Brasil.

Por essa diversidade musical imensa, não importa qual é o estado brasileiro que você visitará nessas férias, mas tenha a certeza que irá se apaixonar pelos ritmos brasileiros.

Escrito por Cristina Canato